Vivendo e Aprendendo na cozinha: Cheesecake

CAM00388

A princesa dos cheesecakes

Ninguém nasce sabendo, menos os cavalos que já nascem sabendo correr.

E como em qualquer aspecto da vida, o aprendizado só vem depois de uma série sucessiva de erros. Na cozinha não seria diferente. Acho que todo mundo que já se aventurou pelo universo da culinária amadora sabe que, se o sabor estiver bom e você tiver certeza que aquilo que você fez não vai causar uma intoxicação alimentar, você conseguiu uma pequena vitória.

Por isso eu resolvi criar essa coluna Vivendo e Aprendendo pra mostrar pra vocês um pouco do que eu aprendi nesse tempo.

Já fiz alguns cheesecakes na vida e esse foi um que deu super certo, segue a receita:

Ingredientes:

  • 1 pacote de bolacha tipo Maizena
  • 200g de manteiga sem sal
  • 1 pacote (aproximadamente 400 de ricota)
  • 1 lata de leite condensado
  • Geleia de morango
  • Essência de baunilha
  • Canela, noz moscada, cravo ou outra especiaria que você quiser

Receita:

  • Para a casquinha:
    • Amasse as bolachas até elas ficarem em pedaços bem pequenos e misture com a manteiga até ficar consistente.
    • Rale um pouco de canela, noz moscada e cravo e misture bem.
    • Deixe descansar
  • Para a massa:
    • Desmanche a ricota e misture com o leite condensado e uma colher de café de baunilha. Misture o máximo que você conseguir.

Montagem:

  • Espalhe a bolacha por uma forma de fundo removível.
  • Despeje a massa em cima da bolacha e leve ao forno a 180° até as bordas ficarem douradas
  • Espere esfriar e leve à geladeira, quando estiver frio espalhe a geleia e tire da forma

Coisas que aprendi:

  • Cheesecakes normalmente são feitos com cream cheese, mas aqui é muito caro. Fazer com ricota dá super certo e deixa a receita mais leve.
  • O cheesecake “sua” – manteiga da casca, água da ricota – então é bom colocar a forma dentro de outra mais larga pra não fazer sujeira.
  • Colocar a geleia e tirar da forma só com ele já gelado, a massa quente ainda fica mole.

Ainda quero fazer:

  • Fazer a casquinha com outros tipos de bolacha ou fazer com biscoitos feitos por mim.
  • Misturar mais ingredientes na massa: chocolate, frutas, etc.
  • Usar outro tipo de geleia ou ganache como cobertura.

E aí, gostaram?

Untitled design2

Bom apetite! :)

Virei vegetariana, e agora?!

Capturar

No final do ano passado eu deixei de comer carne e no começo deste ano eu resolvi me assumir vegetariana. Vou contar para vocês um pouquinho da minha experiência até agora.

Eu já tinha diminuído o meu consumo de carne. Geralmente as pessoas primeiro cortam a carne vermelha, depois frango e depois peixe. Só que no meu caso foi ao contrário. Eu sempre adorei peixes e frutos no mar, mas no começo do ano depois de pegar dengue (sim, é horrível) meu gosto mudou muito e passei a não suportar nem o cheiro de peixe.

Daí pra frente foi mais fácil e atualmente o sabor de qualquer tipo de carne já não agrada mais (a não ser quando passa algum prato super cheiroso, daí eu fico com vontade hahaha).

As principais coisas que eu notei nesses últimos meses:

  • Eu fiquei mais atenta aos ingredientes das comidas e ao seu valor nutricional
  • A nossa culinária é MUITO baseada em pratos com carne: churrasco, feijoada, etc. Sorte ter receitas de versões vegetarianas.
  • É difícil encontrar pratos vegetarianos em restaurantes, mesmo em SP (eu brinco que eu nunca mais fico indecisa quanto a que prato pedir, porque geralmente só tem uma opção vegetariana no cardápio hahaha).
  • Versões vegetais de salsichas, hambúrgueres e outras carnes processadas são bem caras e não são lá essa maravilha de sabor. Ainda estou estudando maneiras de preparo.
  • Comecei a experimentar coisas que nunca pensaria em comer antes: tofu, carne de jaca…
  • Eu passei a procurar mais receitas pra experimentar, no final tudo vai ser uma nova experiência, questão de ir aprendendo e tentando coisas novas.