O que aprendi em 1 mês de no poo – e como você pode perder o medo de deixar o shampoo de lado

shower-kit-1417798

Imagem: Marcelo Guerrero

No poo consiste na lavagem de cabelos que não utiliza shampoo. O método ajuda a preservar a estrutura natural dos fios do cabelo, limpando o cabelo sem eliminar os seus óleos naturais. Essa técnica é mais conhecida por pessoas de cabelos cacheados e crespos já que ajuda a definir os fios. Esse não é o meu caso, já que tenho cabelo mais liso que espaguete (1a, especificamente), mas o no poo despertou o meu interesse por ser uma maneira de não usar produtos industrializados, o que estou evitando cada vez mais.

Encontrei diversos produtos e receitas na internet e resolvi partir de cara para a mais “natureba” de todas:

  • Lavar o cabelo com uma pasta de bicarbonato de sódio e água
  • Enxaguar com vinagre diluído em água

E só.

Confesso que tinha medo e muitas dúvidas antes de começar, mas logo vi não tinha razão em temer, então seguem as minhas observações:

Essa mistura lava mesmo o cabelo?

Sim, o cabelo fica limpo, sem oleosidade, cheiro nem nada.

Mas o vinagre não deixa cheiro?

Se você enxaguar bem com água depois de lavar, não.

E a textura do fio?

Quando eu saí do banho eu senti que o meu cabelo estava mais “áspero”, mas depois de secar ele ficou bem macio e sedoso.

Você notou alguma diferença nesse último mês?

Sim, minha caspa aparentemente diminuiu e meu cabelo está menos rebelde.

Você fez alguma coisa além dessa mistura?

Eu tentei fazer uma hidratação com óleo de coco, mas como meu cabelo já é bem oleoso não deu muito certo, eu também estou testando descolorir o cabelo com canela e vou fazer um post se funcionar.

Claro que cada cabelo é diferente, então o que dá certo para mim pode não servir para outros, vale pesquisar o seu tipo de cabelo e o melhor método de fazer o no poo. 

E aí, o que está esperando?

[Séries] Jonathan Strange & Mr. Norell

Television - Strange and Norrell

Imagem: BBC

Jonathan Strange & Mr. Norell  é uma série baseada no livro de mesmo nome de Susana Clarke. Ainda não li o livro, mas pelo que pude pesquisar a série terminou no mesmo ponto do livro, o que infelizmente pode significar que só teremos a primeira temporada mesmo.

A história se passa na Inglaterra nos anos de 1800 e nesse universo a magia é tão normal quanto qualquer ciência, porém com o tempo foi esquecida e acabou perdendo o seu poder, virando apenas assuntos de livros antigos. Em Londres, uma sociedade secreta se dedica a colecionar esses livros e estudar a teoria da magia. Os seus membros, autointitulados “magos” acreditam que a magia prática é impossível de ser realizada, ou até mesmo um tabu. Isso até que Mr. Norell, um bruxo de verdade, resolve desafiá-los e provar que a magia real existe.

 

p02v37zy

Imagem: BBC

 

O feito de Norell transforma a mágica em uma moda na Inglaterra e ele, um homem solitário e recluso, é transformado contra a sua vontade na celebridade do momento. Logo depois, Jonathan vira seu aprendiz, mas não demora muito tempo para que os dois passem a discordar quanto ao uso da magia: Norell é um tradicionalista e Jonathan acredita que o mundo moderno pode se aproveitar de seus poderes.

Paralelamente, um estranho faz uma profecia sobre o retorno do Rei Corvo, o bruxo mais poderoso da época de ouro da magia, e que envolve Norell, Jonathan e as pessoas que eles amam. Ao mesmo tempo, uma criatura misteriosa quer se aproveitar desse poder em ebulição para governar o mundo conhecido.

Uma ótima produção que prende até o último episódio e deixa com vontade de pedir uma continuação.

 

Inspiração: decoração inspirada em abelhas (e como você pode ajudar a salvá-las)

Quando eu tinha cinco anos eu fui picada por uma abelha, não preciso dizer que por muito tempo eu passei a nutrir uma certa antipatia pelas bichinhas.

Colocando de lado os traumas de infância, as abelhas desempenham uma papel muito importante ao polinizar os campos e plantações. Infelizmente, a população de abelhas tem diminuído drasticamente nos últimos anos, acredita-se que dentre as causas está o aquecimento global e o uso de pesticidas.

Tenho visto muitos movimentos pela internet de conscientização pela causa das abelhas, aqui no Brasil eu achei a campanha Sem Abelha, Sem Alimento. No site, eles dão várias dicas de como ajudar a preservar a vida das abelhas, por exemplo, comprar de produtores orgânicos (que não utilizam pesticidas) e cultivar plantas que atraem as abelhas.

Além da sua importância ambiental, as abelhas fazem parte do imaginário de diversas culturas com associações à realeza e até como símbolos do amor, e eu acho que uma decoração temática de abelhas dá bastante sofisticação a qualquer ambiente. Nesse post eu juntei algumas inspirações para trazer o charme das abelhas para dentro de casa. Espero que gostem!

 

  1.  Almofada estampada
  2. Xícara de porcelana
  3. Estante de madeira
  4. Fronha de travesseiro bordada
  5. Espelhos geométricos
  6. Ponteiro para cortina
  7. Pote com tampa
  8. Gancho decorado

Era uma vez… 3 Filmes de contos de fadas para fugir da mesmice

Confesso que eu torço o nariz quando eu vejo que vão lançar algum filme inspirado em contos de fadas. Mesmo adorando o gênero, as últimas adaptações de contos clássicos para o cinema não me agradaram.

Parece que as tentativas de criar uma versão mais “madura” dessas histórias acabaram resultando em filmes de ação genéricos que deixam de lado o verdadeiro lado sombrio dos contos de fadas originais.

O Conto dos Contos (2016)

o conto dos contos

Le Pacte

Inspirado nas histórias do escritor italiano Giambattista Basile, O Conto dos Contos apresenta três histórias que se passam em reinos diferentes do mesmo universo: na primeira, uma rainha que não pode ter filhos recorre a magia para poder engravidar, porém nem tudo acontece como ela planejava.

Na segunda história, um rei se apaixona por uma mulher que ele ouviu cantando. O que ele não esperava é que a jovem donzela na verdade eram duas irmãs idosas que moravam no casebre e que logo tramaram um plano para se aproveitar da situação. E na última, um rei passa a criar uma pulga gigante em segredo no castelo, enquanto sua filha o pressiona para que lhe arranje um marido. Três narrativas que podem terminar em um final feliz ou em um completo desastre, ou os dois, pois “toda magia tem seu preço”.

 

Os Contos da Noite (2011)

contos da noite

Nord-Ouest Productions/StudioCanal

Dois jovens se encontram à noite em um cinema onde um senhor idoso possui uma máquina que permite que eles se transformem em personagens de contos de fadas.

Cada vez um escolhe um conto que ambos irão representar: instrumentos mágicos, uma viagem ao mundo dos mortos, maldições, príncipes e princesas encantados e amores aparentemente impossíveis.

Cada história se passa em um lugar diferente e termina com um ensinamento, sempre com cenários elaborados como pano de fundo. Uma belíssima animação francesa.

Os Irmãos Grimm (2005)

os irmãos grimm

Dimension Films/MGM

O mais “hollywoodiano” dos três filmes, mas mesmo assim consegue fugir dos estereótipos. O filme conta as aventuras dos irmãos Grimm, que na história viviam de fazer mágicas baratas até que uma maldição verdadeira é lançada sobre o reino.

No decorrer do filme eles se deparam com diversas situações e personagens que futuramente iriam se tornar os personagens icônicos dos escritores.

Como não estragar a suas roupas durante a lavagem

como fazer suas roupas durarem mais

Imagem: Charles L.

 Eu já estraguei muita roupa na hora de lavar e agora, aproveitando a onda do meu desafio de não comprar nada durante um ano (roupas principalmente), fiz um post contando como eu cuido das minhas roupas para que elas durem por bastante tempo.

Leve a etiqueta a sério

Ela está lá por um motivo. E se você quiser manter suas roupas em bom estado é melhor aprender a decifrar os símbolos dela.

Lave com água fria

Além de economizar 90% da quantidade de energia gasta na lavagem de roupas, a agua fria é menos agressiva com as fibras das roupas.

Veja se é necessário lavar

Roupas desgastam durante o seu uso e a cada lavagem. No Brasil o clima é quente e faz a gente suar mais, mas acho que esse gráfico ainda vale.

Cuidado com roupas de ginástica e lingerie

Essas são peças delicadas e exigem mais cuidado, lave peças de renda e sutiãs na mão e use proteção na hora de centrifugar. Outra dica que eu vi num comentário da internet, mas acho que não vale a pena arriscar: evite usar amaciante em leggings de ginástica e outras peças com elastano para não perder a “firmeza” do elástico.

Lave na mão o que puder

Eu tenho um carinho muito grande pelas minhas camisetas estampadas. Por isso eu não arrisco colocá-las na máquina de lavar. Lavando na mão com água fria eu posso tomar mais cuidado para que elas não desbotem, a estampa não estrague e ela fique sempre com “cara de nova”.

Use o saquinho de proteção

Se não quiser lavar as roupas na mão, coloque no saquinho para que o atrito com as outras roupas e com a máquina não danifique as peças.

Dispense a secadora quando puder

 Além de ser mais uma fonte de gasto de energia, o calor da secadora pode danificar algumas roupas. E, lembre-se: NÃO COLOQUE ROUPAS DE LÃ NA SECADORA! A não ser que você queira transformá-la em uma roupa para o seu pet, porque elas encolhem para um tamanho sem volta.

Acho que é isso, espero que esse post ajude alguém. Beijos.

Os filmes que eu queria ver

Untitled design

Se você tem uma conta no Filmow provavelmente já acumulou uma quantidade inimaginável de filmes na sua lista de quero ver. Se você não tem você tem uma listinha em algum lugar ou já pensou em fazer uma.

Outro dia eu estava conversando com uma amiga e percebemos a quantidade de tempo que teríamos que dedicar se quiséssemos completar essa lista. Exemplo:

Eu tenho 381 filmes (e contando!) na minha lista de filmes que eu quero assistir. Presumindo que cada filme tenha duas horas de duração:

381×2=762 horas de filmes para assistir, que equivalem a:

762/24= 31 dias e 18 horas de longa metragens.

Considerando a quantidade de tempo que passamos fazendo outras atividades ao longo da nossa vida, esse número até que não parece tão absurdo. Mas a questão que eu me peguei pensando é: por que eu não assisto as drogas dos filmes?

Eu consigo chegar em casa e passar horas na internet ou vendo alguma série está passando na televisão e pela qual eu não tenho a menor atração. Acho que eu cheguei no ponto da procrastinação que eu chego a adiar até as coisas que eu quero fazer.

Eu tenho usado este blog, além de outros motivos, como uma ferramenta para conseguir colocar mais disciplina na minha vida. Isso tudo, caras, caros e cares leitores, é só um desabafo introdutório para avisar que vem tag de filme e série pela frente neste blog iniciante.

Estejam preparados ;)

Onde reciclar seu lixo quando você mora em São Paulo

garbage-279776_640

A quantidade de lixo produzido pelo ser humano é imensa, e em São Paulo isso fica muito evidente. É só andar pela rua que vemos o lixo jogado na rua que acaba entupindo os bueiros e causando enchentes, móveis abandonados nas calçadas e eu podia continuar essa lista até ficar bem longa. Além do mais, grande parte desse lixo poderia ser reciclada.

Umas das questões que eu levantei nesses últimos anos foi de como levar uma vida mais sustentável vivendo na capital. Além da diminuição do consumo, diminuir a quantidade de lixo e reciclar o máximo possível também são medidas que devemos adotar. O problema é que existem políticas de reciclagem, mas não vemos muita divulgação delas ou as centrais ficam em pontos afastados da cidade.

Por isso eu pesquisei algumas categorias de materiais recicláveis e encontrei vários pontos e serviços de coleta na cidade. No link estão as listas. Espero que ajude.

Reciclagem

Lixo seco reciclável

A Prefeitura disponibiliza o serviço de coleta seletiva nos bairros da cidade. No prédio onde eu moro já é feita a coleta semanal de recicláveis entre os moradores para ser retirada pela empresa responsável.

Material orgânico

Existe um serviço da Prefeitura que destina lixo orgânico para centrais de compostagem, mas pelo que eu vi, esse serviço é destinado apenas às feiras livres da cidade. Por enquanto o jeito é jogar no lixo normal mesmo ou fazer uma composteira em casa.

Lixo eletrônico

O G1 fez uma matéria com uma lista bem completa dos pontos de descarte de lixo eletrônico. Além disso a Claro também tem um programa de coleta de telefones celulares usados.

Reaproveitamento

Tecidos

Se você costura ou faz artesanato sempre fica aquelas sobras de panos. Ao invés de jogar fora você pode Banco de Tecidos. Outra vantagem é que a sua contribuição pode virar crédito para a compra.

Material de construção

Agora se você vai fazer alguma reforma na sua casa você pode dar o destino correto ao entulho que sobrou da obra. A Ecoassist retira o entulho mediante agendamento e destina parte do material para a reciclagem. Se a quantidade for pequena, você pode levar até um dos Ecopontos da Prefeitura.

Descarte responsável

Pilhas e Baterias

Pilhas e baterias usadas são muito perigosas se jogadas no lixo comum devido ao metais pesados que podem contaminar a natureza. Por isso várias empresas fazem campanha de coleta do material. Você pode encontrar facilmente diversos estabelecimentos caixas para colocar pilhas usadas, caso não conheça nenhum o Pão de Açúcar disponibiliza uma lista dos pontos de coleta da rede.

Medicamentos

Agora para o descarte de medicamentos vencidos há uma lista de pontos de coleta da drogarias do Grupo Pão de Açúcar e também diversos outros pontos de coleta espalhados pela cidade.

Doações

Roupas, móveis e eletrodomésticos

Agora, se você não quiser vender as suas roupas e móveis usados, a melhor opção é doar para instituições de caridade. A LBV tem uma lista bem completa de diversas instituições de caridade que aceitam doações. Outra opção é procuras grupos de venda e troca no Facebook, que muitas vezes são voltados pra regiões da cidade, assim fica mais fácil a retirada.

E lembrem-se: